BH -Topo do Mundo – Moeda

Saindo de BH, passando pelo 381, anel rodoviário, siga sentido a Br 040 sentido Rio de Janeiro.

Até o Posto Chefão, lá virou o ponto de encontro preferido dos motociclistas e de outras tribos, para um café, aguardar o restante da turma e bater um papo com novos amigos e velhos amigos que você vai encontrar. O Posta Chefão, fica a margens da Br 040, próximo ao bairro Veneza, caso queira dar uma paradinha.

Partindo do Posto Chefão, siga a 040 por (21,5)km até a entrada da cidade Piedade do Paraopeba, se você estiver tranquilo e quiser conhecer a cidade que fica no pé da serra, entre na altura da sinalização.

A cidade é bem pequenina, não há muito o que fazer, atenção ao descer a serra que é de calçamento, com placas em formato de colmeia.

Tenso… A moto vibra muito, até soltar os parafusos da sua cabeça, precisa andar em baixa velocidade, porque algumas placas, estão soltas e levantadas, passar por uma dessa é tombo na certa.

A paisagem é linda mas o sacrifício é grande.

Você tem que querer mesmo descer.

Meu conselho, não vai.

Se você descer para a cidade Piedade do Paraopeba, volte pela mesma serra até a 040 sentido Rio de Janeiro e siga até o Topo do Mundo.

O Topo do Mundo esta localizado na serra de Moeda a 1500metros de altitude.

Fique atento, para não passar direto, pela entrada da subida do Topo do Mundo, não há placa de sinalização , a sua única referencia é logo após passar pela placa de entrada da Serra da Piedade de Paraopeba,  entre a direita na altura do km 567.

Se prepare para uma subida íngreme e estreita, você vai ter que dividir, espaço com os carros.

No Topo do Mundo, você pode parar a sua moto e se conectar com o lugar.

.

Lá em cima você tem um restaurante, La Viola, para ter acesso a rampa de voo livre, você precisa pagar para entrar, R$5,00 por pessoa, no espaço tem água e banheiro disponível.

Sugestão, se você quiser passar a tarde lá e aguardar o por do sol, que é um espetáculo a parte, leve um lanchinho na mochila.

Agora, se você for na parte da manhã, depois de curtir o local, desça a Serra e siga para a entrada da cidade de Moeda.

A Serra de Moeda é lindíssima, só esta descida já vale o passeio, mas a cidade é uma daqueles lugares que o tempo parou, você não tem vontade de ir embora.

Além de toda a historia que a cidade viveu, você vai poder apreciar o fabuloso doce da fazenda Antunes, queijos, caldo de cana com pastel e todas as guloseimas de Minas, que estão a venda na entrada da cidade, e tem também o bar do Beto.

O bar do Beto fica na margem da estrada, na entrada da cidade de Moeda, a sua direita.

 O bar do Beto é um local para receber amigos, tomar uma cachacinha, uma cervejinha com tira-gosto, jogar sinuca e curtir aquele clima de antigamente, onde o bar era tudo, venda, mercado, bar, restaurante.

É muito bom o lugar.

@-bar-do-beto-

Moeda tem ainda diversas cachoeiras e lugar de camping, já sou cliente da cachoeira do Paiolinho.

Para chegar nesta cachoeira você vai ter que fazer como antigamente, de boca em boca, o sinal de internet não pega, mas não se preocupe, todo mundo tem o prazer de ensinar o caminho.

Leve barraca, comida e bebida se você for acampar.

Moeda é mais uma das preciosidades do nosso patrimônio de Minas Gerais, você precisa conhecer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *